VEJA AS FOTOS

 

 

 

 

 

REGULAMENTO PARTICULAR DA GINCANA(baixe aqui em PDF)

 

Art. 1 – Definição

 

O evento Gincana Trilha do Cadeado é um rally de estratégia e navegação por mapa, bússola e GPS,
preferencialmente para automóveis 4×4, onde cada EQUIPE procurará encontrar “postos de controle” – PCs –
distribuídos em área previamente delimitada e angariar pontos. Vencedora será a EQUIPE que obtiver o maior número
de pontos.

 

Art. 2 – Equipes competidoras

 

Cada veículo participante conterá, no mínimo 3 (três) e no máximo 5 (cinco) COMPETIDORES, onde um será o chefe,
outro será o Navegador e os demais Zequinhas. A organização considera que 4 competidores é um número ideal para
a realização das provas.
Crianças (até 12 anos) fazendo parte da equipe terá pontuação extra em PC específico.
Idosos (acima de 60 anos), portadores de deficiência física e crianças (menores de 12 anos) serão eximidas de tarefas
que envolvam periculosidade para sua aptidão física, pois o objetivo da gincana é integração e inclusão.
Qualquer membro da equipe poderá pilotar o veículo, desde que devidamente habilitado conforme legislação de
trânsito vigente.

 

Art. 3 – Itens obrigatórios e opcionais

 

É OBRIGATÓRIO que cada veículo participante:
– bússola que poderá ser magnética comum ou aplicativo para “smartphone”;
– receptor GPS;
– disposição;
– bom humor.
É OPCIONAL que cada veículo participante porte:
– montain bike (a prova de montain bike terá pontuação alta). A bike não é obrigatória, mas recomendada pela
organização;
– lápis, borracha e régua;
– barbante com 20cm para medir sobre o mapa.

 

Art. 4 – Inscrições e participantes

 

As inscrições são limitadas a 40 veículos.
Os sócios do Clube do Jipeiro Joinville serão isentos de inscrição, sendo necessária apenas a doação de 10kg alimentos
não perecíveis.
Cada sócio poderá convidar mais um veículo externo ao CJJ para participar da Gincana, que deverá pagar o valor de
R$50,00 por veículo + 10kg de alimentos não perecíveis.
A inscrição deverá ser feita EXCLUSIVAMENTE pelo grupo de e-mails do CJJ – secretaria@clubedojipeiro.com.br e as
vagas serão preenchidas conforme sequência de e-mails recebidos no grupo.
A entrega dos 10kg de alimentos não perecíveis deverá ocorrer no dia do evento, no momento da confirmação da
inscriçÃo. Não será aceito dinheiro em substituição dos alimentos. Os materiais serão doados para entidades
filantrópicas. Ao entregar as doações, a equipe receberá um passo a passo que orientará seu roteiro até a largada.

 

Art. 5 – Responsabilidades

 

O ato da inscrição para a prova caracteriza a declaração dos COMPETIDORES e de seus responsáveis legais de que
assumem todos os riscos decorrentes da mesma, consigo ou com outrem, com seus veículos e equipamentos.
Declaram também que conhecem e aceitam inteiramente os termos deste regulamento, isentando organizadores,
promotores, supervisores e patrocinadores de quaisquer acidentes, independente do tipo ou natureza, que possam
ocorrer antes, durante ou depois da prova, dentro ou fora dos veículos.
Caracteriza, ainda, a cessão integral e a título gratuito, por prazo indeterminado e em caráter exclusivo, de todos os
direitos relativos à imagem de todos os integrantes da equipe ao Clube do Jipeiro Joinville, aos patrocinadores, aos copatrocinadores
a aos organizadores do evento, permitindo a estes sua exposição em qualquer meio de comunicação,
nacional ou internacional, antes, durante e após o evento, sem qualquer restrição.

 

Art. 6 – Autoridade dos Diretores de Prova

 

Todo concorrente, ao se inscrever para participação na prova, declara conhecer o regulamento e a ele submeter-se,
reconhecendo integralmente a autoridade única dos diretores de prova, aos quais deve se dirigir com dignidade e
respeito. Todo concorrente declara também que renuncia ao direito de recorrer a qualquer júri, esportivo, civil ou
criminal, por mais privilegiado que seja. Por razões de segurança ou de força maior, a direção de prova poderá a
qualquer tempo (antes, durante ou depois da sua realização) promover o cancelamento de PCs, impedir o tráfego dos
veículos participantes em determinadas áreas indicadas ou não nas cartas-imagens, ou mesmo cancelar a competição
como um todo.

 

Art. 7 – Regulamentos complementares

 

Em adendo a este Regulamento Geral, antes da realização da prova poderá ser expedido um Regulamento
Complementar a qual todo concorrente, no ato da inscrição, deverá obrigatoriamente conhecer e a ele submeter-se.
Regras específicas serão entregues aos COMPETIDORES no ato da retirada das “listas de objetivos”, conforme descrito
no artigo 11.

 

Art. 8 – Palestra com detalhes da gincana e dicas

 

Será proferida uma palestra que apresentará detalhes da gincana incluindo dicas para os competidores. Esta palestra,
apesar de não obrigatória, É MUITO IMPORTANTE!!!

 

Art. 9 – Briefing

 

Será feita uma preleção antes da prova para informar aos participantes sobre os objetivos do esporte, características
da prova, peculiaridades do percurso e infra-estrutura organizacional, com a presença obrigatória do CHEFE DE CADA
VEÍCULO e optativa aos demais competidores.

 

Art. 10 – Largada

 

A ordem de largada das EQUIPES será numérica, em intervalos regulares de 1 minuto. As EQUIPES terão sua numeração
e ordem de largada determinada pelos organizadores, seguindo o critério de ordem de inscrição.

 

Art. 11 – Materiais fornecidos

 

Cada EQUIPE receberá na largada estratégica (1ª LARGADA):
1. Mapa da Prova: mapa elaborado especialmente para a prova contendo algumas estradas e trilhas,
aproximadamente 20 PCs numerados, além de anotações e informações de interesse;
2. Lista de objetivos: relação de todos os PCs locados no mapa, indicando a pontuação de cada PC e sua respectiva
categoria. Conterá também informações sobre itens obrigatórios referentes a determinados PCs, sem os quais a
EQUIPE não poderá coletar os pontos a ele relativos; bem como regras e penalizações específicas.
3. outras informações de interesse para a competição.
Cada EQUIPE receberá na largada da prova (2ª LARGADA):
1. Passaporte: Caderno de anotações onde são designados e numerados espaços para registro de PC. Contém
espaço para todos os PCs que necessitarem carimbos (registro de passagem) e deverá a todo instante da prova
estar na posse de um dos integrantes da EQUIPE.
2. outras informações de interesse para a competição.

 

Art. 12 – PCs

 

Todos os PCs serão indicados por uma placa com a logo do CJJ e no PC haverá um dispositivo para registrar a passagem
do PC no Passaporte. Os PCs poderão estar localizados em praticamente qualquer lugar, como estradas pavimentadas,
secundárias, privadas ou abandonadas, trilhas ou mesmo dentro de cidades. Em alguns PCs poderá ser exigido que as
EQUIPES participem de determinada aventura ou desempenhem certas tarefas, sem as quais não poderão ser
angariados os pontos relativos àquele PC.
Em alguns PCs terá monitor e ele será o árbitro, determinando se a EQUIPE cumpriu ou não a atividade que lhe foi
solicitada. Nestes casos, o registro no Passaporte será efetuado pelo monitor. Tem ele autonomia para impedir a
participação de determinados COMPETIDORES na atividade por ele monitorada, a seu exclusivo critério que vise o
êxito da competição.
O registro deverá ser feito no local especificado no passaporte. Registro em local diferente não terá validade.
Dois registros diferentes num mesmo local de um PC, invalida o PC.
No PC de passagem não haverá monitor.

 

Art. 13 – Categorias de PCs

 

Os PCs estarão divididos em quatro categorias:
I – Obrigatórios. Será designado, antes da largada, um ou mais PC(s) obrigatório(s) no(s) qual(is) a EQUIPE deverá
passar durante a prova. Alguns PCs somente poderão ser visitados, na forma apontada na lista de objetivos, após
a passagem da equipe competidora pelo(s) PC(s) obrigatório(s) que lhe(s) for(em) designado(s). A não passagem
pelo(s) PC(s) Obrigatório(s) DESCLASSIFICA a equipe.
II – Aventura. Nos PCs da categoria Aventura certas atividades físicas (como caminhadas, canoagem, mountainbike,
rapel, cavalgada, natação, entre outras) poderão ser exigidas de um ou mais integrantes da EQUIPE para
que seja possível a coleta dos pontos a eles relativos.
III – Tarefa. Nos PCs da categoria Tarefa certas atividades de habilidade ou de cunho lúdico-cultural (como
localização de pessoas em cidades, plantio de mudas, localização de sítios, obtenção de imagens fotográficas,
etc.) poderão ser exigidas de um ou mais integrantes da EQUIPE para que seja possível a coleta de pontos a eles
relativos.
IV – Passagem. A simples passagem por esses PCs (que será localizado e atingido com maior ou menor facilidade)
habilita a coleta dos pontos a eles relativos. Além destes PCs, os organizadores poderão promover provas extras,
que também valerão pontos. Poderão, também, ser atribuídos pontos por mérito em atividades especiais, o que
será previamente determinado pelos organizadores.

 

Art. 14 – Responsabilidade pelo resgate

 

Cada equipe é responsável por seu próprio resgate. Esta responsabilidade não será, em nenhuma hipótese, atribuída
aos organizadores do evento. A transposição de todas as dificuldades encontradas no percurso, tais como pontes
precárias, areões, lamaçais, riachos cheios, pedras, tocos de madeira, árvores, etc., será de inteira responsabilidade
dos concorrentes. Os eventuais custos pelo resgate de veículos da equipe deverão, em qualquer caso, ser por ela
suportados. Não obstante, a organização indicará, quando possível, a localização de apoio médico/ambulatorial e
mecânico, na região onde ocorrerá a prova. Caso haja necessidade de resgate médico ou mecânico, isto deverá ser
informado à organização pela respectiva EQUIPE que o utilizar, com a maior brevidade possível.

 

Art. 15 – Velocidade

 

As EQUIPES deverão a todo tempo observar as leis de trânsito locais. Nenhum veículo poderá ultrapassar as
velocidades estabelecidas:
1. pelos organizadores (de acordo com indicação no mapa);
2. pela legislação de trânsito; e
3. pela sinalização local, devendo, caso haja divergência entre elas, SEMPRE PREVALECER A MENOR
A velocidade de tráfego dos veículos das EQUIPES será rigorosamente controlada pelos organizadores através de
sistemas rastreamento via satélite. O excesso de velocidade será severamente penalizado, com a perda de pontos
e/ou desclassificação. O ato da inscrição implica na concordância dos proprietários dos veículos participantes com que
os organizadores neles instalem sistemas de posicionamento por satélite – aparelhos GPS. Tais aparelhos não poderão
ser removidos do local em que forem instalados, exceto pelos organizadores, sob pena de desclassificação da EQUIPE.

 

Art. 16 – Penalidades

 

Será IMPEDIDA de largar a equipe:
– que tiver menos de 3 participantes;
– não tiver os itens obrigatórios.
Será DESCLASSIFICADA a equipe:
– que romper cercas, trafegar sobre plantações, hortas etc. ou exercer qualquer ato de desrespeito à propriedade
alheia. Esta penalidade não isenta a equipe de responder e arcar com responsabilidades, decorrentes do ato,
perante os prejudicados;
– que (qualquer um de seus integrantes) ingerir e/ou portar bebidas alcoólicas durante o transcurso da prova;
– que durante a prova trocar os COMPETIDORES inscritos por outros;
– que obstruir propositadamente a passagem de outro concorrente;
– que desacatar as decisões dos diretores de prova, organizadores e monitores;
– qualquer um de seus integrantes deixar de utilizar cinto de segurança, inclusive no banco traseiro e a todo o
tempo;
– que tumultuar o trabalho dos PC’s;
– que for flagrada jogando lixo em qualquer ponto da prova;
– que danificar, de qualquer forma, os PCs e seus componentes;
– que remover ou modificar qualquer instalação de componentes eletrônicos efetuada pelos organizadores;
– cujo passaporte tiver sido desmontado ou adulterado;
– que adotar atitude anti-desportiva, assim considerado qualquer ato de agressão ou desrespeito a outros
concorrentes ou organizadores, desde o momento da inscrição até o final da festa de premiação e encerramento
do evento. Sempre que necessário, será formada uma comissão composta de 3 integrantes escolhidos entre os
organizadores do evento para analisar e julgar as faltas disciplinares.

 

Art. 17 – Contagem de pontos

 

Vencerá a EQUIPE que no final da prova, coletar o maior número de pontos, descontadas eventuais penalidades. Os
critérios e valores de penalidades (perda de pontos e desclassificação por atraso, desrespeito a limite de velocidade,
violação de mão de direção, entre outros) serão especificados nas “listas de objetivos”.

 

Art. 18 – Empates

 

Caso haja empate, o critério de desempate será:
a. Vencerá a equipe que tiver o maior número de crianças (menores de 12 anos);
b. Caso o empate persista, vencerá a equipe que tiver passado no MENOR número de PCs;
c. Caso o empate persista, vencerá a equipe que tiver passado no MAIOR número de PCs de passagem;
d. Caso o empate persista, vencerá a equipe que tiver passado no MAIOR número de PCs obrigatórios;
e. Persistindo o empate será considerada vencedora a EQUIPE que largou antes daquela com a qual empatou
nos outros critérios.

 

Art. 19 – Apuração, divulgação dos resultados e reclamações

 

A apuração será realizada pelos organizadores da prova EM ÁREA DE ACESSO RESTRITO AOS ORGANIZADORES DO
EVENTO.
Será entregue à equipe a sua “ficha de performance” em até 1h após sua chegada. Eventuais reclamações deverão ser
encaminhadas por escrito diretamente pelo chefe da equipe a um dos DIRETORES DE PROVA, no prazo máximo de 30
minutos após a distribuição da “ficha de performance”. As reclamações serão avaliadas e decididas, antes da
divulgação dos resultados, por comissão formada por pelo menos 3 (três) ORGANIZADORES do evento.
As penalidades apuradas por outros meios (relatórios de monitores, fiscais de campo, rastreamento via satélite entre
outros) serão aplicadas às EQUIPES por decisões soberanas dos ORGANIZADORES. As penalidades não serão indicadas
na “ficha de performance” e não estarão sujeitas a reclamações.
Não serão recebidas reclamações das EQUIPES que não as encaminharem no prazo indicado acima. Todas as eventuais
dúvidas e informações que as equipes tenham a respeito da prova deverão ser esclarecidas junto aos ORGANIZADORES
pelo CHEFE DA EQUIPE . Os resultados serão divulgados na sede do Clube do Jipeiro Joinville.

 

Art. 20 – Premiação

 

Serão premiadas com medalhas as 5 (cinco) EQUIPES melhores colocadas.
A premiação ocorrerá na sede do Clube do Jipeiro Joinville imediatamente após a apuração dos resultados.

 

Art. 21 – Comissão organizadora

Diretores da Prova:
– Roger
– Guillermo
– Edson
– Rovane
BOA DIVERSÃO!!!
Este regulamento foi adaptado a partir do regulamento da Mitsubishi Outdoor.